Tecnologia médica

Cientistas argentinos desenvolvem kit que diagnostica dengue em apenas 10 minutos

Cientistas argentinos desenvolvem kit que diagnostica dengue em apenas 10 minutos



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Acaba de ser inventada uma solução para diagnosticar com precisão a dengue tipo 1, é barata e simples.

Uma equipe multidisciplinar de pesquisadores da Universidade Nacional de San Martín (UNSAM), da Argentina, montou em tempo recorde um kit de diagnóstico que pode detectar a dengue sem a necessidade de profissionais especialmente treinados ou de tecnologia complicada.

Uma tira para diagnosticar a dengue

O kit funciona como uma faixa reativa que fica roxa quando anticorpos contra o vírus estão presentes e tem uma taxa de precisão entre 80% e 90%. O kit acaba de ser aprovado pela ANMAT da Argentina, Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia Médica.

A empresa Chemtest produzirá os kits.

O kit de teste funciona de forma semelhante a um teste de gravidez, já está disponível na Argentina e em breve estará pronto para ser exportado internacionalmente.

A equipe está trabalhando no projeto por mais de quatro anose, desde então, deseja criar kits comerciais de diagnóstico para ajudar na saúde humana e animal. Até agora, existem dois formatos em que o teste está disponível: o Elisa - que requer equipamento e pessoal especializado - e o "ponto de atendimento", ou sistema POC, que dá resultados em simples minutos com muito pouca quantidade de amostra de sangue necessária.

VEJA TAMBÉM: OS DADOS DE LOCALIZAÇÃO DO TELEFONE CELULAR PODEM AJUDAR A PARAR A PROPAGAÇÃO DE MALÁRIA, SURTOS DE DENGUE

O sistema POC pega o que às vezes pode ser uma situação desconfortável e normalmente desagradável, e a transforma em uma situação rápida e contínua. Tudo o que você precisa fazer é colocar uma pequena gota de sangue na tira, colocá-la no pequeno tubo e esperar alguns minutos antes de obter o resultado.

Até o momento, os pesquisadores criaram o kit para diagnosticar a dengue tipo 1, a mais comum na Argentina. Ao testar seu kit, a equipe descobriu que, por meio de pessoas que sofreram cinco dias de febre, o diagnóstico foi 92% preciso na detecção do vírus. A equipe suspeita que seu sistema também funcione para dengue tipos 2, 3 e 4.

A equipe ainda não confirmou o custo de cada kit, porém estima que o custo de produção ficará em torno dois a três dólares.

A dengue é a doença mais viral do mundo e é transmitida por mosquitos infectados que picam humanos. Aproximadamente 40% da população mundial, que é cerca3 bilhões pessoas, vivem em áreas onde a dengue está presente. Este kit pode ajudar a melhorar a vida de muitas pessoas.


Assista o vídeo: Sintomas da dengue e como combatê-la (Agosto 2022).