Jogos

7 vezes que as habilidades do jogador se tornaram úteis na vida real

7 vezes que as habilidades do jogador se tornaram úteis na vida real


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Jogar videogame causa má reputação de vez em quando. Mas, como essas histórias irão atestar, as habilidades adquiridas ao jogar podem realmente ajudar a salvar vidas!

RELACIONADOS: 9 VÍDEO-JOGOS DE HABILIDADES DIÁRIAS PODEM MELHORAR

Como os videogames o ajudam na vida real?

Além das várias habilidades interessantes que os videogames podem oferecer aos jogadores, eles também podem ajudá-lo de muitas outras maneiras na vida real.

Os jogos podem, por exemplo, ajudá-lo a relaxar e a aliviar a ansiedade e o estresse - deixando de lado a fúria do jogo, é claro!

Quais são alguns exemplos de habilidades de jogador usadas na vida real?

O jogo não é apenas ótimo para relaxar, mas também pode (ocasionalmente) salvar vidas. Aqui estão alguns exemplos de como as habilidades de jogo podem realmente ajudar as pessoas no mundo real.

1. Este garoto salvou sua irmã (e a si mesmo) de um alce graças às suas habilidades de jogador

Em 2007, um12 anos O menino norueguês conseguiu salvar a vida dele e de sua irmã graças às habilidades que adquiriu jogando jogos de computador. O menino,Hans Jørgen Olsen, colocou as habilidades que ele ganhou jogando "World in Warcraft" para um grande efeito.

Quando ele e sua irmã foram confrontados por um alce, ele imediatamente começou a "provocá-lo" para chamar sua atenção. Isso libertou sua irmã para fugir em segurança.

Com o alce mantendo Olsen em sua mira, ele fingiu estar morto (uma habilidade que adquiriu no nível 30 do jogo). O alce acabou perdendo o interesse e deixou o menino sozinho.

No jogo, esta habilidade (bem feitiço) é usada para convencer as unidades inimigas de que o jogador realmente morreu. Ao fazer isso, eles perdem toda a animosidade enraizada e deixam o personagem do jogador em paz.

2. Outro garoto salvou a vida de seus amigos graças ao "Counter-Strike"

Em 2013, outro garoto de 12 anos conseguiu salvar a vida dele e de seus amigos graças às habilidades que aprendeu jogando "Counter-Strike". Jose Darwin Graviano e seus amigos estavam brincando nas ruas de sua cidade natal, Mandaue, nas Filipinas, quando encontraram alguns objetos interessantes.

Sendo crianças curiosas e aventureiras, decidiram investigar os misteriosos objetos mais de perto. Olhando mais de perto, Graviano imediatamente os reconheceu pelo que realmente eram.

Ele os tinha visto antes no popular jogo de tiro "Counter-Strike" e imediatamente disse a seus amigos para colocá-los no chão até que a polícia pudesse ser notificada. O que as crianças descobriram foi um pequeno esconderijo de granadas de mão.

Se não fosse pela intervenção oportuna de Graviano, o jogo de seus amigos poderia ter se tornado muito mortal.

3. "Grand Theft Auto" ajudou a salvar este garotinho de um acidente de carro

Em 2014, um menino de 11 anos conseguiu salvar a vida dele e de seu avô graças ao tempo que passava jogando "GTA". Enquanto dirigia o tráfego, seu avô desmaiou ao volante, deixando os dois em perigo real de um acidente grave.

Charley Cullen imediatamente percebeu o perigo e conseguiu assumir o controle do carro para evitar o tráfego de entrada até que o carro parasse. O carro acabou colidindo com uma parede enquanto ele tentava acordar seu avô.

Cullen sofreu um sério ferimento na cabeça, mas teve uma recuperação completa. Quando entrevistado sobre o incidente, Cullen creditou suas habilidades de direção ao jogo.

4. Este cara salvou a vida de outro homem graças ao jogo "America's Army"

Em 2007, Paxton Galvanek conseguiu salvar a vida de outra pessoa graças ao seu tempo como "Exército da América". Enquanto dirigia, ele viu um SUV virar de cabeça para baixo.

Galvanek pisou fundo no freio e correu para o local. O SUV começou a soltar fumaça e ele começou a puxar os passageiros atingidos dos destroços.

Sem qualquer treinamento médico, Galvanak ajudou uma vítima (que havia perdido alguns de seus dedos) usando uma toalha para estancar suas feridas sangrando. Ele também aconselhou a vítima a levantar a mão sobre a cabeça para evitar restringir o fluxo sanguíneo adicional e prevenir coagulação perigosa.

Sem nenhum treinamento médico oficial, ele aprendeu alguns primeiros socorros básicos graças à seção "Treinamento de Medic" do jogo.

5. Este adolescente canadense conseguiu evitar um suicídio

Um adolescente de East Hampton conseguiu evitar o suicídio graças ao tempo que passava jogando online. Embora normalmente seja uma fossa literal de ódio, há momentos em que os jogos online podem mostrar o lado mais brilhante da humanidade.

O adolescente, Reilly Howard, estava jogando um jogo de computador quando um de seus conhecidos jogadores online o chamou. Seu amigo, que morava a centenas de quilômetros de distância, começou a contar a Howard como ele pensara em acabar com a própria vida.

Howard, percebendo o perigo gravíssimo, começou a falar para acalmar o menino pelo telefone.

“Eu levei isso [a sério]. Eu continuei na linha e continuei garantindo a ele que você tem muito pelo que viver ”, Howard explicou em uma entrevista.

Ele acabou persuadindo o menino a ligar para a National Suicide Prevention Lifeline. Howard manteve contato regular com seu novo amigo e desde então tem sido aclamado como um herói pela escola local.

6. Os videogames aceleram a recuperação da vítima de derrame

Os pesquisadores descobriram que jogar jogos de computador pode realmente acelerar a recuperação de vítimas de derrame. Normalmente, a recuperação de um derrame é um processo lento e demorado, mas os videogames parecem ajudar a acelerá-lo.

A pesquisa mostrou que jogar Nintendo Wii ou Sony Playstation foi cinco vezes mais eficaz para melhorar a função motora do braço e a função cognitiva. Isso foi atribuído ao fato de que jogar videogame fornece estimulação física e mental.

Os videogames estão em constante mudança, o que exige que o jogador se adapte e mude de estratégia. Isso, a pesquisa mostra, ajudou a melhorar o cérebro dos pacientes, aumentando a neuroplasticidade.

7. "Pokémon Go!" ajuda a combater a depressão e ansiedade

Fiz tantos novos amigos com o #PokemonGO que ajudou na minha ansiedade social e estou realmente saindo. Isso é mais do que apenas um jogo.

- Sr. Brandon (@Thebrandonevans) 11 de julho de 2016

O popular jogo de realidade aumentada "Pokémon Go!" demonstrou realmente combater a depressão e a ansiedade. De acordo com vários relatos, o jogo realmente ajudou um grande número de pessoas a sair e a conhecer pessoas.

Como o jogo incentiva a interação social e o exercício, muitos indivíduos deprimidos e ansiosos foram capazes de se socializar com outros jogadores com ideias semelhantes. Ao sair de casa e se reunir com outras pessoas, o jogo proporcionou um quebra-gelo imediato entre estranhos.


Assista o vídeo: Guia: Escolhendo os Equipamentos. World of Tanks PT-BR (Pode 2022).